O manifesto "Meio aberto, meio quebrado" assinado pela FECOMERCIO e entidades representativas do setor de comércio e serviços circulou recentemente nos principais jornais do país. O SINFAC-SP, como sindicato associado a FECOMERCIO, também entende que as empresas precisam voltar a operar plenamente para que a economia se recupere, o que só será possível mediante a ampliação da vacinação da população dentro do Plano Nacional de Imunização – PNI. Entre outros aspectos, as entidades que assinam o manifesto entendem que “menos horas de abertura prejudicam as medidas sanitárias, pois o fluxo de pessoas é concentrado ao invés de espalhado”.

Por meio do informe, elas reivindicam, ainda que “É necessário acabar com esse ‘abre e fecha’ insustentável para qualquer atividade. A responsabilidade pelo desemprego e quebradeira de empresas é do poder público. Precisamos que os gestores públicos, em todas as instâncias, parem de fazer política às custas das empresas e empregos, sob a fumaça da pandemia, e deem atenção às milhões de pessoas em situação crítica”.

Clique para baixar o manifesto: https://www.sinfacsp.com.br/attachs/5gcrK9.pdf

Fonte: Sinfacsp